Bem-vindo a Gergy

Fundado em 1992 o parque de Campismo de dispoé de 30 lugares na marguem do rio Saône, de um terreno de Voleibo, de jogos para crianças e de um bar-restaurante muito acolhedor.

A meio do caminho entre Verdun-sur-le Doubs e Chalon-sur-Saône, o apeadeiro dos barcos que fica junto ao parque de campismo, bebeficia de um bar restaurante, de comecios e outros serviço no centro, a yoo metros (médico, enfermeira, famacia, correios, garagem, hotel, residência com aluguer de quartos).

O desporto està bem presente nas actividades de recreio. O complexo desportivo, a 1 km, tem 2 terrenos de tenis à disposicao dos amatores. (Junta de freguesia (telef 03.85.98.12.90 e fax 03.85.98.12.99).

Os passeios as sombra nas margens do rio Saône propoèm tranquilidade e descanso do espirito.

O grande percurso pedestre de 8 à 12 km segundo as opçoès escolhidas, permite as possibilidades de fazer desporto e o prazer de passea ao longo dos caminhos com diferentes arvoredos na floresta.

A Saône larga, ribeira larga e calma, permite aos amadores o prazer da pesca (carpa, sandre, siluro…).

Os trablhos de limpeza do organismo local, grande tarifa, permitem a facilidade e a sernidade dos lazeres da pesca.

Como a Saône, a floresta é uma das atraçaès da vila para os passeantes, os amadores da natureza, os amadores do ar puro, dos cogumelos. Aqui como em qualquer outro lado, ela offere no outono uma magia de cores inimitaveis.

A gravura, actividade artesanal especifica da vila, leva a toda a França, à Europa e a outros continentes o nome de Gergy.

O conde Hilaire de Chardonnet (1839-1924), inventor da seda artificial, é a figura mais ilustre da terra. Uma placa situada na estrada departamental n°5 comemora a sua invençao.

Enfim Madame Boucicaut (1816-1887), descendente de Verjux, adleia vizinha, deu o exemplo de uma ascensào social notavel no que diz respeito aos principios de solidareidade activa entre os homens.

A igreja S.Germano data do principio do século XIII. Provindo do primeiro estilo gotico, o seu aspecto maciço exterior, esconconde uma grande e bela nave, uma ilustrante entrada lateral sul, consolas e capiteis trabalhados, um rosto de criança do século XVII, uma escultara e um lindissimo S. Joào batista do século XV. Or coro da igreja tem os talentos do pintor local Etienne Raffort (1802-1880).

A modestia das atraçoès da vila nào podem deixar esqueur uma posiçao geografica dando acesso a passeios turisticos de uma variedade incomparavel : os museus Denon e Niepce em Chalon-sur-Saône, o ecomuseu da Bresse Bourguignonne em Pierre de Bresse, Verdun-sur-le Doubs, Saint-Martin-en-Bresse, o arqueodromo de Beaune, os mosteiros de Citeaux, Tournus, Cluny, o Castelo de La Rochepot, as Arcadas de Louhans, os vinhos dos Hospices de Beaune, Meursault, Rully, Mercurey, Buxy, Givry…